A banda americana de trash metal cristã nascida em 1990, TOURNIQUET, viria ao Brasil para realização de shows nos dias 14, 15 e 17/setembro/19 junto com STRYPER e NARNIA.

Segundo carta aberta divulgada no Facebook oficial da banda, TED (baterista da banda) declarou que após sucessivos erros da produtora brasileira EV7 a vinda teve que ser cancelada.

Algo bem parecido aconteceu com a STRYPER para os shows da mesma turnê que aconteceriam na Bolívia e Paraguai.

Abaixo confira a tradução da carta em questão:

Lamentamos este anúncio: o torniquete não aparecerá no Brasil.  Precisávamos controlar essa situação para que nossos fãs brasileiros soubessem a verdade sobre nossa infeliz necessidade de cancelar nossa aparição em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.  É zero por cento nossa culpa e 100% por culpa do promotor Eliel Vieira e EV7 Live.

O status atual é o seguinte: com a chegada programada ao Brasil a mais de uma semana, o promotor de turismo Eliel Vieira nem sequer garantiu todos os nossos bilhetes de avião.  Além disso, a pessoa de referência com quem fizemos um acordo para imprimir e manusear nossas mercadorias, o que nos permitiria recuperar parte de nosso dinheiro, desapareceu e não responde a nenhum de nossos e-mails em duas semanas.  Enquanto isso, Eliel se esconde – de novo – e não nos responde há dois dias.  Eliel quebrou o contrato de várias maneiras, mas a maior delas é simplesmente afirmar que ele não pode pagar a taxa do show – nada disso – e concordaríamos em jogar de graça?  Para qualquer banda que alcançou algum nível de sucesso e respeito na indústria, essa ideia de um promotor é mais do que ridícula e injusta.  Simplesmente não podemos fazer isso funcionar do nosso lado.  Simplesmente não é possível – e seria irresponsável, prejudicial e, francamente, bobo para nós ficarmos em dívida para tocar nesses shows, mesmo que realmente gostemos e gostemos de ter tantos fãs dedicados ao Tourniquet.

Nos últimos meses, Eliel Vieira / EV7 Live deixou para trás uma trilha interminável de destroços, acordos quebrados e promessas vazias.  Ele ignorou inúmeros e-mails importantes de Aaron, Andy, Les e eu.  Ele desapareceu por dias seguidos, sem responder a nenhum esforço para alcançá-lo, não importa o quão urgente.  Ele tem sido, sob todos os aspectos – não profissional, totalmente incompetente em honrar os termos do nosso acordo e, com certeza – desrespeitoso.  Neste momento, não temos motivos para acreditar que ele será algo além do que tem sido o tempo todo.  Portanto, não temos confiança em nenhum acordo no Brasil, mesmo que de alguma maneira cheguemos lá.  Portanto, por esses motivos, precisamos encerrar esse absurdo em andamento com Eliel Vieira e, infelizmente, com nossos shows no Brasil.

Eliel provavelmente escolherá desviar qualquer culpa ou responsabilidade e, em vez disso, culpar os outros por sua total falha ao fazer dessa turnê sul-americana o que deveria ter sido.  O dinheiro da pré-venda foi para algum lugar, embora nenhum de nós tenha certeza de onde.  Para os fãs do Torniquete que compraram ingressos para os shows no Brasil, pedimos que você vá ver duas bandas fantásticas: Stryper e Narnia.  Como você pode imaginar, nenhum dos shows cancelados também é culpa deles.

Esperamos ansiosamente vir para a América do Sul outra vez – em circunstâncias melhores e mais profissionais.  Para que todos saibam nossas notícias – quem puder, traduza e compartilhe em todos os lugares.  Obrigado. Ted

=====
TEXTO ORIGINAL CONFIRA EM: https://www.facebook.com/56372703466/posts/10157339749843467/

Até o fechamento deste artigo não conseguimos contato com o promotor Eliel Vieira nem com a EV7 Live.

Estamos a disposição para que seja dado seu direito de resposta.